sábado, 20 de agosto de 2016

Pró-Esia - Fábrica de Versos...Tribo indígena no Acre cria game sobre sua própria história para preservar cultura local

Sabemos que a tecnologia tem um papel crucial em nossas vidas, que a faz intervir em boa parte das coisas que fazemos e pensamos no nosso dia a dia. Mas como usar todo esse aparato tecnológico a favor de temas como a preservação da cultura de um povo?

A resposta parece mais simples do que você imagina: em forma de jogo! Foi assim que a tribo Huni Kuin resolveu preservar e levar adiante sua história.

Isso mesmo, a comunidade indígena localizada no Acre montou uma equipe de programadores, artistas e antropólogos para criar seu próprio videogame. O projeto se chama “Huni Kuin: os caminhos da jiboia” e trata-se de um jogo de plataforma de 5 fases, onde cada fase conta uma antiga história desse povo.
Sabemos que a tecnologia tem um papel crucial em nossas vidas, que a faz intervir em boa parte das coisas que fazemos e pensamos no nosso dia a dia.
Mas como usar todo esse aparato tecnológico a favor de temas como a preservação da cultura de um povo?
A resposta parece mais simples do que você imagina: em forma de jogo! Foi assim que a tribo Huni Kuin resolveu preservar e levar adiante sua história.
Isso mesmo, a comunidade indígena localizada no Acre montou uma equipe de programadores, artistas e antropólogos para criar seu próprio videogame. O projeto se chama Huni Kuin: os caminhos da jiboia e trata-se de um jogo de plataforma de 5 fases, onde cada fase conta uma antiga história desse povo.
O objetivo do game, que poderá ser baixado gratuitamente pela internet, é levar um pouco dessa cultura para a sociedade brasileira através de uma mídia moderna. Assista ao vídeo e divirta-se aprendendo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário