sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Atiradores matam ao menos 13 em mercado na Índia; governo responsabiliza grupo separatista

Tiroteio ocorreu no distrito de Kokrajhar, no estado de Assam, local de tensão entre vários grupos étnicos e religiosos


Pelo menos 13 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta sexta-feira (05/08) em um ataque contra os frequentadores de um mercado localizado em uma área comercial movimentada no nordeste da Índia.
O tiroteio aconteceu por volta das 11h (horário local, 2h30 de Brasília) em um mercado do distrito de Kokrajhar (localizada a 220 quilômetros de Guwahati, capital comercial do estado de Assam), onde há vários grupos insurgentes ativos, segundo o subcomissário da Administração regional, P.K. Bhagawati.
Três homens armados e vestidos com uniformes militares dispararam contra os frequentadores e lançaram granadas de mão no mercado lotado.
O chefe de polícia de Assam, Mukesh Sahay, informou a jornalistas que um dos agressores foi morto, e forças de segurança estavam em busca de pelo menos três outros na área.
O episódio ocorre em meio a um clima de tensão entre vários grupos étnicos e religiosos que habitam a região e que já se enfrentaram em ocasiões anteriores.
Pelo menos 13 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta sexta-feira (05/08) em um ataque contra os frequentadores de um mercado localizado em uma área comercial movimentada no nordeste da Índia.
O tiroteio aconteceu por volta das 11h (horário local, 2h30 de Brasília) em um mercado do distrito de Kokrajhar (localizada a 220 quilômetros de Guwahati, capital comercial do estado de Assam), onde há vários grupos insurgentes ativos, segundo o subcomissário da Administração regional, P.K. Bhagawati.
Três homens armados e vestidos com uniformes militares dispararam contra os frequentadores e lançaram granadas de mão no mercado lotado.
O chefe de polícia de Assam, Mukesh Sahay, informou a jornalistas que um dos agressores foi morto, e forças de segurança estavam em busca de pelo menos três outros na área.
O episódio ocorre em meio a um clima de tensão entre vários grupos étnicos e religiosos que habitam a região e que já se enfrentaram em ocasiões anteriores.
O ministro do Interior da Índia, Rajnath Singh, afirmou em sua conta oficial no Twitter que acompanha o caso e está em contato com as autoridades do governo de Assam.
Segundo uma autoridade de alto escalão do Ministério de Assuntos Internos de Nova Déli, relatos preliminares indicam que o ataque foi realizado por militantes separatistas da Songbijit (Frente Nacional Democrática de Bodoland), segundo a agência Reuters.
Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário:

Postar um comentário