sábado, 13 de agosto de 2016

Timor-Leste surpreende os internautas com a sua participação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro

Em 2004, Timor-Leste foi convidado pela primeira vez a participar nas Olimpíadas de Atenas, na Grécia. O país competiu com uma pequena delegação na modalidade atletismo. Agueda Amaral e Gil da Cruz Trindade foram os atletas que envergaram a camisola timorense.

Em Londres, nas Olimpíadas de 2012, Timor volta a marcar presença na competição e novamente com o atletismo. Augusto Soares (que terminou a maratona em penúltimo lugar) e Juventina Napoleão (tendo terminado em 86° lugar) foram os representantes da nação timorense. A ex-maratonista olímpica enviou a seguinte mensagem para os seus colegas timorenses:
A abertura dos Jogos Olímpicos de 2016 aconteceu no dia 5 de agosto no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.
Ao quinto dia de competição, o Brasil conquistou duas medalhas e Portugal uma, no que diz respeito aos países da lusofonia.
A cerimónia de abertura despertou a atenção do mundo para a conservação da natureza e juntou várias nações num momento de festa onde, por breves instantes, se coloca de parte as rivalidades inerentes à competição e os olhares se focam apenas na união entre os países de todo o mundo. Países que fizeram questão de marcar o seu carimbo através da caracterização original do vestuário de cada uma das delegações.
  en seda  very nice look.  me encanta el uniforme   al norte de Indonesia donde es?
Tal como Moçambique e Angola, também a delegação de Timor-Leste trajou com o seu pano tradicional, conhecido como “Tais” que é visível nas roupas dos atletas timorenses durante o desfile das comitivas.
174 EAST TIMOR: nice outfits!! i kinda expect cheers in the arena since they're fellow ex-portuguese colonies 
174 TIMOR-LESTE: Bonito traje!! Espero que a assistência do estádio festeje, já que eles são camaradas das ex-colónias portuguesas.
Segundo a ciclista olímpica, Francelina Cabral – também conhecida por Anche Cabral – as roupas foram desenhadas por Rui de Carvalho, estilista Timorense que fez questão de introduzir o “Tais” ao mundo num design atual com toque timorense, “uma forma de reafirmar a nossa identidade”, disse a atleta ao Global Voices.
A emoção dos timorenses e a surpresa dos internautas
ancheA Delegação de Timor-Leste foi liderada por Anche Cabral que, nesta imagem, espelha a sua alegria com um sorriso radiante por estar nos Jogos Olímpicos enquanto transporta a bandeira de Timor-Leste.
Os timorenses reagiram com emoção quando viram a delegação do seu país a desfilar numa competição de grande dimensão como são os Jogos Olímpicos.
Na conta do Facebook do antigo Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta – que partilhou imagens da cerimónia – Maria Pereira, reagiu da seguinte maneira:
Para mim, já são vencedores… Só aquele sorriso lindo e tão cheio de alegria…
Boa sorte minha irmã, viva Timor-Leste.
Lino Dias acrescenta:
Boa sorte a Timor Leste, estamos à espera [que] o nosso país amado (…) [mostre] o seu brilho para [o] mundo.
No Twitter brasileiro, os internautas comoveram-se quando viram a delegação de Timor-Leste a desfilar no Maracanã:
Quando eu soube que o Timor Leste mandou uma delegação para as Olimpíadas do Rio, até me animei.
Gente, que lindo, o Timor-Leste está nas Olimpíadas — assistindo Cerimônia De Abertura Das Olimpíadas Rio 2016
Timor-Leste nas Olimpíadas
Timor-Leste é uma pequena e jovem nação que a par e passo está a afirmar a sua identidade pelo mundo fora após décadas de sofrimento até à independência em 2002. O seu povo é conhecido pela sua “capacidade de resistir para vencer”, diz um dos líderes históricos, Xanana Gusmão.
Em 2004, Timor-Leste foi convidado pela primeira vez a participar nas Olimpíadas de Atenas, na Grécia. O país competiu com uma pequena delegação na modalidade atletismo. Agueda Amaral e Gil da Cruz Trindade foram os atletas que envergaram a camisola timorense.
Em Londres, nas Olimpíadas de 2012, Timor volta a marcar presença na competição e novamente com o atletismo. Augusto Soares (que terminou a maratona em penúltimo lugar) e Juventina Napoleão (tendo terminado em 86° lugar) foram os representantes da nação timorense. A ex-maratonista olímpica enviou a seguinte mensagem para os seus colegas timorenses:
A minha mensagem para eles, como atletas que representam o nosso amado Timor-Leste, nestes jogos Olímpicos é a seguinte: Apliquem a vossa disciplina como atletas que são porque através da disciplina vocês poderão dar uma melhor prestação. Às minhas duas colegas, Francelina Cabral e Nelia Martins! Força Timor-Leste.

Timor-Leste marca a sua participação nestas olimpíadas com os atletas Augusto SoaresNélia Martins e Francelina Cabral nas modalidades de atletismo e ciclismo. De acordo com a organização Rio2016, a participação do atletismo feminino está prevista para 12 de agosto, o masculino para o dia 16 e o ciclismo, Cross Country Mountain Bike, será no dia 20 de agosto.
Fonte: Global Voices

Nenhum comentário:

Postar um comentário