segunda-feira, 30 de março de 2015

WhatsApp reafirma que não se abrirá para apps externos

Se você tinha alguma esperança de que o WhatsApp se abrisse a desenvolvedores para que ele pudesse ganhar recursos alternativos e serviços baseados no aplicativo, esqueça. O aplicativo permanecerá fechado, sem acesso a qualquer interferência externa. A afirmação vem de Brian Acton, um dos cofundadores do serviço durante uma conversa na conferência F8. Questionado sobre quando desenvolvedores ganhariam uma API para criar integração com o WhatsApp, a resposta foi simples.
“Não queremos inundar nossos usuários com mensagens que eles não querem. Eu recebo emails regularmente de pessoas que querem manter seus negócios ou executar algo utilizando o WhatsApp como espinha dorsal para comunicações, mas queremos balancear isso com a experiência de usuário”, explica.
Se você tinha alguma esperança de que o WhatsApp se abrisse a desenvolvedores para que ele pudesse ganhar recursos alternativos e serviços baseados no aplicativo, esqueça.
O aplicativo permanecerá fechado, sem acesso a qualquer interferência externa.
A afirmação vem de Brian Acton, um dos cofundadores do serviço durante uma conversa na conferência F8. Questionado sobre quando desenvolvedores ganhariam uma API para criar integração com o WhatsApp, a resposta foi simples.
“Não queremos inundar nossos usuários com mensagens que eles não querem. Eu recebo emails regularmente de pessoas que querem manter seus negócios ou executar algo utilizando o WhatsApp como espinha dorsal para comunicações, mas queremos balancear isso com a experiência de usuário”, explica.
Há alguns meses, o WhatsApp apertou o cerco contra aplicativos alternativos que ofereciam acesso ao serviço e começou a banir usuários que recorressem à possibilidade. Embora geralmente ofereçam mais funcionalidades que o aplicativo oficial, os terceirizados nem sempre são seguros.
Fonte: Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário