sexta-feira, 6 de março de 2015

Sob vaias, Angélica e Globo são obrigados a deixar universidade no Rio

Sob os gritos de "O povo não é bobo. Abaixo a Rede Globo", Angélica e equipe da emissora são obrigados a deixar Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio)
Angélica foi recebida de forma nada calorosa por estudantes da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) nesta quarta-feira, na Urca, na Zona Sul do Rio. A apresentadora foi ao local para gravar um quadro do seu programa com atores da telenovela Malhação que estudam na universidade. Angélica e a produção foram obrigados a deixar o local sob os gritos: “O povo não é bobo. Abaixo a Rede Globo”. 
A confusão teria começado após uma pessoa da equipe de Angélica proibir fotos com a apresentadora e pedidos de autógrafos.
Angélica foi recebida de forma nada calorosa por estudantes da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) nesta quarta-feira, na Urca, na Zona Sul do Rio.
A apresentadora foi ao local para gravar um quadro do seu programa com atores da telenovela Malhação que estudam na universidade. Angélica e a produção foram obrigados a deixar o local sob os gritos: “O povo não é bobo. Abaixo a Rede Globo”.

A confusão teria começado após uma pessoa da equipe de Angélica proibir fotos com a apresentadora e pedidos de autógrafos.
Nas redes sociais, estudantes da UniRio compartilharam um vídeo [assista abaixo] que mostra a tumultuada visita de Angélica. Até mesmo o fato de a apresentadora contar com alguém para carregar uma sombrinha, que a protegia do sol, virou piada.
Esta semana o marido de Angélica, Luciano Huck, também esteve envolvido em uma polêmica e foi alvo da revolta popular. A grife do apresentador imprimiu por engano camisetas infantis com frases impróprias e gerou manifestações nas redes sociais. O Ministério Público do Rio de Janeiro investiga o caso (relembre aqui).
Fonte: Pragmatismo Político

Um comentário:

  1. Finalmente o povo está acordando e vendo o que é essa emissora daninha e envenenadora de corações e mentes.

    ResponderExcluir