quarta-feira, 22 de julho de 2015

Time de futebol de Santa Catarina lança campanha sobre imigrantes haitianos

O pontapé inicial para a ação foi no último domingo (19), no jogo contra o Cruzeiro, disputado em Belo Horizonte. O Avaí entrou em campo com uma camisa que tinha estampada a palavra “linyon” – que significa união em creóle, idioma falado no Haiti – bem na área do patrocinador. Enquanto isso, na sala VIP da Ressacada, o estádio do clube catarinense, cerca de 60 haitianos assistiram ao jogo, que terminou empatado em 1 a 1.
O Avaí, tradicional clube de futebol de Florianópolis, lançou uma campanha para promover a inclusão dos imigrantes haitianos que tem chegado a Santa Catarina nos últimos anos por meio do esporte, procurando ajudar a combater a discriminação da qual são alvos.
O pontapé inicial para a ação foi no último domingo (19), no jogo contra o Cruzeiro, disputado em Belo Horizonte. O Avaí entrou em campo com uma camisa que tinha estampada a palavra “linyon” – que significa união em creóle, idioma falado no Haiti – bem na área do patrocinador. Enquanto isso, na sala VIP da Ressacada, o estádio do clube catarinense, cerca de 60 haitianos assistiram ao jogo, que terminou empatado em 1 a 1.
Avaí foi a campo com a palavra “linyon” na camisa. Guilherme Lopes/Avaí F.C.
Avaí foi a campo com a palavra “linyon” na camisa.
Guilherme Lopes/Avaí F.C.
As reações do grupo, – tanto por acompanharem o jogo como por se verem representados na camisa do Avaí – foram registradas por uma equipe de cinegrafistas. E o resultado pode ser conferido em um vídeo divulgado nas redes sociais na última terça-feira (21) e que pode ser visto abaixo:
Daniel Lino de Araújo, do setor de Planejamento da agência D/Araújo Comunicação e idealizador da campanha, disse em entrevista ao site oficial do Avaí que o futebol é uma paixão dos haitianos, assim como é para os brasileiros – e também do esporte em geral como uma forma de inserir os imigrantes na sociedade brasileira.
“Historicamente, o esporte opera como um mecanismo de inserção social muito forte no nosso país, e ele pode desempenhar papel fundamental na vida dos haitianos que chegam aqui. Outro ponto que observamos é que a vida que eles levam aqui é muitas vezes de isolamento, chegando a ser limitada apenas ao trabalho em algumas ocasiões, diferente de suas vidas no Haiti. Por isso usamos a palavra “linyon”, que significa união em crioulo haitiano, representando os dois objetivos da campanha; trazer a união para os haitianos, e também trazer a união entre os povos, estabelecendo uma linha de diálogo com a nossa sociedade de forma que o brasileiro se torne mais receptivo aos imigrantes como um todo”.
Torcida haitiana chega para acompanhar jogo na Ressacada. Crédito: Guilherme Lopes/Avaí F.C.
Torcida haitiana chega para acompanhar jogo na Ressacada.
Crédito: Guilherme Lopes/Avaí F.C.
Ainda de acordo com o site do clube, a campanha terá continuidade no próximo sábado (25), quando alguns integrantes do grupo vão assistir à partida contra o Atlético-PR, também na Ressacada, mas desta vez no meio da torcida do Avaí.
Reação positiva
A campanha lembra ainda o fato de a população do Estado (e também brasileira) ser formada em grande parte por imigrantes e descendentes – e que esses imigrantes do passado também foram alvo de preconceitos no passado.
“Pode um ser humano ser menos humano que outro? No passado, recebemos milhares de imigrantes em Santa Catarina. Principalmente alemães e italianos. E eles também foram alvo de preconceitos. É a nossa vez de contar uma história diferente”, pede o texto que acompanhou o vídeo no Facebook.
Usando as hashtags #linyon #uniãoentreospovos e #vocêseimporta, o vídeo da campanha fechou a terça-feira com cerca de 48 mil visualizações e mais de 1.1oo compartilhamentos na rede social. E a torcida, em sua grande maioria, tem aprovado e distribuído elogios à iniciativa do clube – como pode ser verificado nos comentários sobre o vídeo.
Haitianos acompanham jogo do Avaí na sala VIP da Ressacada. Guilherme Lopes/Avaí F.C.
Haitianos acompanham jogo do Avaí na sala VIP da Ressacada.
Guilherme Lopes/Avaí F.C.
Será que outros clubes do futebol brasileiro fariam, pensam em fazer ou já estão preparando alguma ação semelhante? O Avaí pode não ter grandes chances de conquistar o título do Campeonato Brasileiro, mas certamente marcou um gol de placa com essa campanha, que certamente fica de exemplo para outras instituições – esportivas ou de qualquer outro tipo.
Fonte: Migra Mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário