terça-feira, 11 de agosto de 2015

Brasília recebe quinta edição da Marcha das Margaridas

Manifestação surgiu da articulação de mulheres de várias entidades e organizações feministas
Até sexta-feira (14) a Marcha das Margaridas está em Brasília para apresentar para a sociedade a luta das mulheres do campo, agricultoras, ribeirinhas, pescadoras, indígenas, quilombolas e todas que têm vínculo com o trabalho no campo e nas florestas.
Para falar mais sobre o assunto, o Revista Brasil desta terça-feira (11) conversou com a integrante da Direção Nacional das Mulheres Camponesas,  Iridiane Gracielle Seibert.  Ela conta que esse ano o encontro pretende, entre outras coisas, dar mais dignidade à mulher do campo, da água e da floresta.

"Entendendo a importância da Marcha das Margaridas,  principalmente nesse momento histórico que nós vivemos no Brasil de bastante ofensiva contra os direitos das mulheres e da classe trabalhadora, temos visto bastante retrocesso, e por isso lutamos pela unidade nas pautas, para seguir resistindo e avançando no que ainda é muito necessário ", diz.

Acompanhe esta entrevista na íntegra ao programa Revista Brasília, apresentado pelo jornalista Miguelzinho Martins, na Rádio Nacional de Brasília.


De acordo com Iridiane Gracielle Seibert o papel das mulheres camponesas que integram a Via Campesina é importante na articulação das organizações do campo, de luta pela terra, pela igualdade, soberania alimentar e pela agroecologia. 
Fonte: Caros Amigos

Nenhum comentário:

Postar um comentário