terça-feira, 4 de abril de 2017

Patroa filma queda de empregada doméstica ao invés de ajudá-la(Cenas fortes)

Patroa filma queda da empregada doméstica ao invés de ajudá-la e causa revolta. Imagens chocantes mostram a trabalhadora despencando em direção ao solo. Caso aconteceu no Kuwait. Empregadora fala em tentativa de suicídio, mas vítima diz que fugia de abusosUma mulher do Kuwait filmou a queda de sua empregada doméstica etíope caindo de uma altura de sete andares e causou revolta nas redes sociais.
Ao invés de ajudar a trabalhadora, que pedia socorro desesperadamente, a patroa grava a cena pacientemente e ainda registra o corpo da vítima se chocando contra o que parece ser um telhado.
Uma mulher do Kuwait filmou a queda de sua empregada doméstica etíope caindo de uma altura de sete andares e causou revolta nas redes sociais.
Ao invés de ajudar a trabalhadora, que pedia socorro desesperadamente, a patroa grava a cena pacientemente e ainda registra o corpo da vítima se chocando contra o que parece ser um telhado.
O caso veio a público na última sexta-feira e vem sendo visto por organizações de direitos humanos como mais um trágico exemplo das condições desumanas que esses trabalhadores enfrentam no país. A patroa foi presa.
Milagrosamente, a vítima sobreviveu à queda, mas teve múltiplas fraturas.

Inicialmente, o incidente foi tratado por autoridades e imprensa como uma tentativa de suicídio por parte da etíope. Essa informação havia sido dada pela empregadora à polícia.
Contudo, segundo o site de notícias saudita Al Arabiya, a doméstica nega que tenha tentado tirar a própria vida. “Eu estava tentando fugir de uma mulher que tentava me matar”, disse.
Esse relato é mais um detalhe perturbador em uma história que não é rara no Kuwait. A organização Human Rights Watch se manifestou sobre o assunto lembrando que casos de abusos contra esses trabalhadores são comuns no país.
Em 2009, a entidade entrevistou oito mulheres que viveram um drama similar ao da etíope. Seus casos foram mascarados como tentativas de suicídios, segundo relatado por seus empregadores. De acordo com elas, entretanto, caíram pela janela tentando fugir dos abusos ou foram empurradas pelos próprios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário