quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

McDonald’s do Brasil é alvo de ação civil por desrespeito a leis trabalhistas

Entidades sindicais acionaram a Justiça do Trabalho contra a rede de restaurantes, que teria violado relações trabalhistas em todos os estados brasileirosO McDonald’s do Brasil e sua rede franqueadora, a Arcos Dourados, são alvos de uma ação civil pública. Nesta terça-feira (24), entidades sindicais entraram na Justiça do Trabalho contra o restaurante fast food por violações de leis trabalhistas.
De acordo com os sindicatos, as infrações contra os trabalhadores ocorrem em franquias que abrangem todos os estados brasileiros, sinalizando ser um problema sistemático da empresa no país. Na ação consta que, com o desrespeito às leis, o McDonald’s acaba concorrendo deslealmente e obtendo vantagem no mercado em que atua.
O McDonald’s do Brasil e sua rede franqueadora, a Arcos Dourados, são alvos de uma ação civil pública. Nesta terça-feira (24), entidades sindicais entraram na Justiça do Trabalho contra o restaurante fast food por violações de leis trabalhistas.
De acordo com os sindicatos, as infrações contra os trabalhadores ocorrem em franquias que abrangem todos os estados brasileiros, sinalizando ser um problema sistemático da empresa no país. Na ação consta que, com o desrespeito às leis, o McDonald’s acaba concorrendo deslealmente e obtendo vantagem no mercado em que atua.
Jornada móvel variável, acúmulo de funções sem a devida remuneração, o não reconhecimento à insalubridade de algumas funções, pagamento com valores inferiores ao mínimo estabelecido pela lei, horas extras habituais não remuneradas e supressão de intervalos para descanso e refeições seriam algumas das infrações cometidas para com os trabalhadores pelo restaurante.
“O McDonald’s pensa que o Brasil é uma terra sem lei. Qualquer empresa tem que ter contrato social formal e outro com a sociedade. Se essa empresa não tem responsabilidade social com o trabalhador brasileiro, não está cumprindo suas obrigações”, afirmou, em entrevista à Agência Brasil, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (Contratuh), Moacyr Roberto Tesch Auersvald, ressaltando ainda que desde 1990 que o sindicato vem se mobilizando e entrando com ações contra o McDonald’s.
Em nota, a assessoria de imprensa da rede de restaurantes informou que a empresa ainda não foi notificada oficialmente sobre a ação e que “todos os empregados da companhia são registrados de acordo com a legislação, e recebem remuneração e benefícios conforme as convenções coletivas validadas pelos diversos sindicatos que regem a categoria no país”.
Fonte: Revista Forum

Nenhum comentário:

Postar um comentário