terça-feira, 20 de maio de 2014

A Guerra Cibernética e os 40 Coxinhas

A Guerra Cibernética e os 40 Coxinhas
- Corra! Corra!
- Os alemães estão chegando!
Devem ter sido estes, os gritos dos soldados adversários aos Nazistas.
A guerra povoa a Terra desde que surgiram os primeiros seres vivos.
Quando se fala da natureza, podemos perceber que os animais, instintivamente, lutam entre si e com outras especies para se manterem vivos ou para conquistar espaço, fêmeas e o respeito de seu grupo. Assim acontece com os animais irracionais. E o homem? Ah, o homem! O homem(espécie) é o mais cruel de todos esses seres. Enquanto alguns animais matam para sobreviver ou se defenderem de uma possível ameaça, o ser humano tem o simples desejo de destruição pela ganancia e pelo poder. Ou seja: por nada.
    A guerra que muitas vezes nasce na alma humana e é concebida das mais variadas formas e com as mais variadas ferramentas. Vamos ao ponto: no ultimo fim de semana(do dia 16 a 18 de maio) vários blogueiros progressistas e ativistas digitais estiveram reunidos no IV encontro nacional em São Paulo para discutir os rumos a seguir pelos seus militantes. Um encontro tão democrático que um dos nossos palestrantes, o Lula, chegou com um grande numero de jornalistas da imprensa golpista e ainda sim tiveram seu direito de trabalho assegurado, pois nos entendemos que são profissionais, tem que seguir regras e imposições de seus respectivos patrões. Dentre várias fatos ocorridos por esse encontro, surgiu o que podemos chamar de "Guerra Cibernética e Midiática". Como já era de se esperar, a mídia golpista do país começou seu ataque sórdido com mentiras deslavadas. Usaram o discurso do Lula e montaram uma farsa para enganar o seu leitor.
Veja o que a Folha, Estadão, G1 e Exame publicaram e o discurso do Lula em vídeo:


A Guerra Cibernética e os 40 Coxinhas
Isso era só o começo do ciberataque. Os coxinhas descontrolados pela grande repercussão que o encontro teve nacionalmente, passaram a fazer o mais baixo e sujo dos ataques. Atacaram os blogues e paginas virtuais de militantes em várias partes do Brasil. Foram relatados ataques no Ceará, Paraná, Minas, Pernambuco e outros estados. No Paraná os ataques foram mais direcionados a páginas do Facebook:
Essa é a página de Luiz Skora...
Página de Iris Cavalcante...
Página de Tania Mandarino. Todas essas páginas foram denuncia para que fosse bloqueada pelo servidor.
Já em outro ponto teve outro ataque em destaque. Ao invés de atacarem nossa página no Facebook, resolveram ir direto ao blog. Hackearam o blog fazendo com que sempre que fosse acessado, um link hacker o direcionava para outra página. Assim ninguém conseguiria ler nosso conteúdo. Existem vários outros ataques pelo país que não relatamos mas também tentaram silenciar ativistas. Como vocês puderam notar, já resolvemos o problema mas ficou um lição para todos nós.  Não iremos nos calar a ataques e como foi dito anteriormente, o que faz a diferença não é a ferramenta mas o engajamento de cada um que fica diante de seus aparelhos levando a todos as verdadeiras informações. As informações que as mídias aristocratas não fornecem por medo de perderem seu poder, para continuar a escravizar e dominar a nação. Não somos um e não somos virtuais, somos muitos e soldados da defesa de um país justo que usará todas as armas, as virtuais ou não, para lutar contra a força da grande mídia e capital.
Que viva o Coletivo de Blogueiros e Ativistas Digitais do Brasil!

Romney Mesquita
Dirigente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil e do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Minério e Derivados de Petróleo de Minas Gerais


Nenhum comentário:

Postar um comentário