segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Terremoto no Haiti completa cinco anos e Brasil manifesta solidariedade

Em nota divulgada nesse domingo (11) à noite, o Itamaraty reafirma o sentimento de pesar e de solidariedade do governo e do povo brasileiro à população do Haiti, quando se completam cinco anos do terremoto de 2010, que deixou milhares de mortos, inclusive 18 brasileiros que se encontravam em Porto-Príncipe, a capital, em missão humanitária.
Lembrando Zilda Arns, "cuja vida de exemplar dedicação aos mais humildes foi cobrada pelo terremoto de 2010", o governo e o povo prestam homenagem aos brasileiros mortos na tragédia e a todos que há mais de uma década têm se engajado na ajuda solidária à população.
O comunicado acrescenta que neste momento de recordação e de renovação, o governo brasileiro apela ao povo haitiano a unir-se, por meio de suas instituições democráticas, em torno do projeto de consolidação de um Haiti democrático e próspero. "É essa união que permitirá a superação de tantos desafios que ainda se colocam para que o país possa garantir segurança e estabilidade aos seus cidadãos e um ambiente favorável às atividades econômicas, aos investimentos e à cooperação internacional que gerarão empregos, oportunidades e uma visão de futuro para todos".
De acordo com o texto, o governo brasileiro espera que as lideranças políticas e a cidadania haitiana encontrem rapidamente a fórmula que, dentro das regras da democracia, com pleno respeito à Constituição, permitam a rápida retomada dos esforços em benefício da nação.
"Na sua permanente solidariedade e no seu engajamento com a causa de um Haiti democrático e estável", o governo se coloca à disposição para ajudar no que estiver ao seu alcance, de acordo com a vontade soberana do povo e em consulta com os demais países parceiros e irmãos associados ao mesmo objetivo.
Fonte: Portal EBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário