terça-feira, 12 de junho de 2012

Do Amazonas ao Caribe, de canoa. O legado da revolução cubana por um mundo mais sustentável

A Associação Cultural Jose Marti de MG, Associação Cultural Jose Marti do RJ, Casa da América Latina, Clube de Engenharia, Espaços Cultural Diálogos do Sul, Fórum Social Mineiro, MST  convidam para as seguintes atividades durante a realização da Cupula dos Povos, no Rio de Janeiro



DIA 18 DE JUNHO - 18h30m
Clube de Engenharia -auditório do 25º andar  à Av. Rio Branco, 124- Centro- RJ

Por uma cultura da natureza e do ser humano - A Expedição do Amazonas ao Caribe, de canoa

Apresentação de documentário de 30 minutos sobre as principais contribuições para a ciência e o meio ambiente resultantes da expedição e debate com o sr. Angel Graña, da Fundação Antonio Nunez Jimenez, de Cuba, e vice-presidente da Federação Latinoamericana de Espeleologia.

Para a nossa atividade sobre a Cultura da Natureza e do Ser Humano, o sr. Angel Graña, que esteve ano lado do capitão do exército rebelde  Antonio Núñez Jiménez  na expedição  tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, do Amazonas ao Caribe, vai falar dos resultados obtidos nesta epopéia latinoamericana.


Participou como Geógrafo na histórica expedicão  En Canoa del Amazonas al Caribe juntamente com três dezenas de homens e mulheres de países como o Brasil, Colombia, Equador, Peru que navegaram cara ao sol durante várias semanas, com o objetivo de descobrir por via da ciência a insondável riqueza que guarda esta terra verde levando a bandeira da solidariedade latinoamericana,  e da cultura da natureza e do ser humano.

O sr. Graña trouxe com ele um vasto material que  e peço a todos que estimulem uma agenda durante o período de 15 a 23 de junho para que ele possa divulgar ao máximo mais este legado da revolução cubana.

DIA 19 DE JUNHO - 18h30m
Clube de Engenharia -auditório do 25º andar  à Av. Rio Branco, 124- Centro- RJ

As três questões centrais do problema ambiental 
Apresentação do engenheiro civil Luiz Carlos dos Santos que participou da Conferencia Mundial de los Pueblos sobre el Cambio Climático y los Derechos de la Madre Tierra em Cochabamba, Bolívia
Capitalismo e Sustentabilidade, incompatibilidade de gênios O enfoque está na dignidade e na salvação do Homem.  Apresentados os três únicos vetores do problema ambiental e como eles vêm se agravando. Em seguida apresentamos os quatros principais dificuldades para o tratamento do problema.

A partir do conceito de Pegada Ecológica, definimos uma grandeza que nos permite estabelecer a equação da relação do Homem com a Terra.
Da relação estabelecida, o objetivo é apresentar uma alternativa para alcançar um desenvolvimento menos agressivo ao meio ambiente.
Para realizar essa análise são apresentadas algumas evidências sobre renda, população e pegada ecológica para, posteriormente discutir como uma redistribuição de renda afeta a relação do homem com a terra.
Luiz Carlos F. Santos, empresário e ex-Secretário de Obras e Serviços Públicos e de Urbanismo da Cidade do Rio de Janeiro.

Fonte texto: Blog da Associação Cultural Jose Martí

Nenhum comentário:

Postar um comentário