segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Foguete chinês jamais tinha falhado desde 1° vôo, em 1999

4b
agência chinesa Xin Hua admitiu que o fracasso do lançamento do satélite CBERS-3, desenvolvido pelo Brasil em parceria com a China foi decorrente de “problemas durante o vôo” do foguete Longa Marcha 4B, que o conduzia ao espaço.
Como já tem gente dizendo que o Brasil não deveria desenvolver artefatos espaciais com os Estados Unidos e não com a China, por supostas precariedades dos equipamentos chineses, é bom dar algumas informações.
O Longa Marcha 4B é o principal veículo lançador de satélites de órbita baixa dos chineses e está em operação desde 19999, tendo realizado 20 lançamentos. Este foi o primeiro a fracassar.
O foguete não tem nenhuma relação com o projeto brasileiro, é contratado comercialmente para lançamento de satélites de vários países.
Segundo a NASA, os chineses lançaram 200 foguetes, com 187 sucessos.
É da mesma família do Longa Marcha 3B que lançou o satélite chinês que entrou em órbita da Lua na sexta-feira e vai tentar enviar ummódulo com um veículo motorizado para pesquisar o solo lunar.
Se alguém acha que, em matéria de tecnologia espacial a China é do tipo de “loja de R$ 1,99″, é melhor se informar direito.
PS. Dito e feito. Acabei de escrever o post e a Istoé já mancheteava que “Fracassa lançamento de foguete brasileiro feito em parceria com a China”. O foguete é chinês, não é brasileiro nem aqui nem na China.
Fonte: O Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário