quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Servidores públicos federais vão à luta por seus direitos

Os servidores públicos federais também elegeram a quarta-feira (22) o Dia Nacional de Luta para mobilizar os trabalhadores nos estados e assim negociar com o governo com mais força. “A CTB defende que o governo sente-se à mesa para negociar com os servidores e dessa maneira não deixar a população desassistida em relação aos serviços públicos federais”, assinala João Paulo Ribeiro, o JP, secretário do Serviço Público e dos Trabalhadores Públicos da CTB, responsável pela Coordenação de Organização Sindical da Fasubra e dirigente para Assuntos Legislativos da CSTB. 
Ele explica ainda que a pressa dos trabalhadores reside na legislação eleitoral que impede concessão de aumentos salariais reais depois de abril, caso de 2014. “Depois de abril só pode repor a inflação do período, nada a mais”, defende o dirigente cetebista.
Já no dia 5 de fevereiro ocorrerá em Brasília o lançamento nacional da Campanha Salarial da categoria com grande ato público. “Com o lançamento da Campanha Salarial dos servidores públicos federais em Brasília, iremos solicitar uma reunião com a ministra do Planejamento Miriam Belchior e ainda protocolar nossas reivindicações na Casa Civil e no próprio Ministério do Planejamento”, assegura JP. "Porque 2014 além de ano eleitoral ainda conta com a reslização da Copa do Mundo", preconiza o sindicalista. “Uma das principais reivindicações dos servidores refere-se à antecipação do acordo firmado em 2012 que dividiu nosso reajuste de 15,8% em três parcelas, a última seria para o ano que vem, mas a inflação já corroeu nossos vencimentos", explica.
“Mesmo reconhecendo os avanços dos governos Lula e Dilma, os servidores públicos federais têm que se mobilizar para conquistar avanços nos seus direitos e melhorar as condições de trabalho e salariais para melhor atender a população”, reforça JP. Ele também reclama do processo de terceirização no serviço público.
Fonte: Portal CTB

Nenhum comentário:

Postar um comentário